"A união com Deus é o mais poderoso remédio para todos os defeitos."
Padre Dehon

Fazer missão com Maria

Segunda-feira, 09 de Outubro de 2017 - 07h35

A sensibilidade da Virgem Maria deve tocar nosso coração e mover nossa vontade em direção aos irmãos e irmãs que não participam da Comunidade.

          Dia 11 de outubro concluiremos o Ano Nacional Mariano, instituído para celebrar os 300 anos do encontro da imagem bendita de Nossa Senhora Aparecida, tirada do Rio Paraíba do Sul. Todas as Comunidades e Paróquias de nossa Região episcopal tiveram a alegria e a graça de acolher a visita da imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida que foi entronizada em nossa Região no dia 01 de maio de 2016.

          
Para concluir o Ano Nacional Mariano nossa Região episcopal está comprometida com a celebração da novena em honra a Nossa Senhora Aparecida, nas famílias, comunidades e Paróquias, demonstrando assim todo o carinho, gratidão, fé e agradecimento Àquela que se dignou nos visitar.

          Durante o Ano Mariano fomos abençoados também com a peregrinação da Imagem bendita de Nossa Senhora de Fátima, celebrando os 100 anos das aparições de Nossa Senhora em Fátima, Portugal, que visitou as Paróquias a ela dedicadas. Duas homenagens à Mãe de Deus, que nos visitou, a partir de Aparecida e de Fátima.

          A visita da Virgem Maria foi uma visita missionária, ela veio ao encontro de seus filhos e filhas. Pe. Edmilson testemunhou que levou a imagem peregrina na casa dos doentes e idosos e foi grande a emoção para aqueles filhos e filhas que não podiam ir até a comunidade, fragilizados pela doença e idade. A sensibilidade da Virgem Maria deve tocar nosso coração e mover nossa vontade em direção aos irmãos e irmãs que não participam da Comunidade.

          A visita da Virgem Mãe em nossas Comunidades é um sinal para nós, discípulos missionários, porque “juntamente com o Espírito Santo, sempre está Maria no meio do povo. Ela reunia os discípulos para O invocarem (At 1,14), e assim tornou possível a explosão missionária que se deu no Pentecostes. Ela é a Mãe da Igreja evangelizadora e, sem Ela, não podemos compreender cabalmente o espírito da nova evangelização” (Papa Francisco).

          Inspirando-nos na Virgem Mãe, que nos visitou, somos convidados a manter o  coração ardente e iluminado no caminho que Deus está traçando para sua Igreja neste tempo, uma Igreja missionária e acolhedora. São João Paulo II afirmou que a atividade missionária ainda hoje representa o máximo desafio para a Igreja e a causa missionária deve ser (…) a primeira de todas as causas.

          Unidos ao Papa Francisco vamos dizer nosso sim à urgência de fazer ressoar a Boa Nova de Jesus em todos os recantos de nossa Paróquia. E que a Virgem interceda por nós, a fim de podermos ter uma santa ousadia de procurar novos caminhos para que chegue a todos o dom da salvação (Papa Francisco, Mensagem dia mundial das Missões, 2017).

Dom Sergio de Deus Borges - Vigário Episcopal para a Região Sant’Ana

Álbum de fotos

apoio
F
Copyright© candelaria.org.br. Todos os direitos reservados / All rights reserved.