"Sem o Trabalho as coisas úteis e agradáveis ou não existiriam ou não serviriam."
Padre Dehon

Cristãos Leigos e Leigas, Sujeitos na Igreja e na Sociedade!

Terça-feira, 14 de Novembro de 2017 - 07h18

Eles hão de ser parte ativa e criativa na elaboração e execução de projetos pastorais a favor da comunidade.

          A Igreja no Brasil vai celebrar, no período de 26 de novembro de 2017, Solenidade de Cristo Rei, a 25 de novembro de 2018, o “Ano do Laicato”. O tema do “Ano do Laicato” será ‘Cristãos leigos e leigas, sujeitos na Igreja em saída, a serviço do Reino de Deus’ e o lema: ‘Sal da Terra e Luz do Mundo’ (cf. Mt 5,13-14).

          Peço aos Párocos, aos membros dos Conselhos de Pastoral das Paróquias e às equipes de liturgia para organizarem uma bela celebração de abertura do “Ano do Laicato”, para agradecer a Deus pela missão da grande maioria dos fiéis de nossas Paróquias e Comunidades na família, no trabalho, na sociedade e na comunidade eclesial.

          A presença de um laicato forte é fundamental para a transmissão dos valores da família, da fé e da transformação social. São João Paulo II afirmou que a evangelização do continente não pode se realizar hoje sem a colaboração dos fiéis leigos. Eles hão de ser parte ativa e criativa na elaboração e execução de projetos pastorais a favor da comunidade. Isto exige, da parte dos pastores, uma maior abertura de mentalidade para que entendam e acolham o “ser” e o “fazer” do leigo na Igreja, que por seu batismo e sua confirmação, é discípulo e missionário de Jesus Cristo (Cf. DA 213).

          Os sacerdotes devem motivar os cristãos leigos e leigas na sua missão, mas nem sempre encontram ressonância nas Comunidades e nas famílias. O Papa Francisco disse que “muitos leigos temem que alguém os convide a realizar alguma tarefa apostólica e procuram fugir de qualquer compromisso que lhes possa roubar o tempo livre. Hoje, por exemplo, tornou-se muito difícil nas paróquias conseguir catequistas que estejam preparados e perseverem no seu dever por vários anos” (EG 81).

          Daí a oportunidade de celebrar bem a abertura do Ano Nacional do Laicato e organizar durante todo o ano formação nas Paróquias para os fiéis leigos e aproveitar, inclusive da homilia, para informar e formar o povo sobre a missão própria e especifica dos cristãos leigos e leigas no mundo e na Igreja.

          Não vamos deixar este ano passar em vão, vamos trabalhar para que os cristãos leigos e leigas sejam “homens da Igreja no coração do mundo, e homens do mundo no coração da Igreja” que, através do testemunho e da atividade, contribuem para a transformação das realidades e para a criação de estruturas justas segundo os critérios do Evangelho (Cf. DA 210).

Dom Sergio de Deus Borges - Bispo Auxiliar de São Paulo - Vigário Episcopal para a Região Sant’Ana

  • Relacionadas

  • Fazer missão com Maria

    Segunda-feira, 09 de Outubro de 2017 - 07h35

    A sensibilidade da Virgem Maria deve tocar nosso coração e mover nossa vontade em direção aos irmãos e irmãs que não participam da Comunidade.

  • Novena Nossa Senhora Aparecida

    Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017 - 05h52

    Vamos juntos, filhos e filhas, agradecer tantas graças recebidas em nossa vida, nossas famílias, nossas comunidades e nas 65 Paróquias de nossa Região Episcopal Sant’Ana.

  • A Iniciação à vida cristã fortalece as vocações

    Sexta-feira, 04 de Agosto de 2017 - 04h25

    A Paróquia - casa de iniciação à vida cristã - é um impulso do Espírito Santo e um itinerário seguro para a formação de discípulos missionários.

  • Igreja – Casa da Iniciação à vida cristã

    Terça-feira, 04 de Julho de 2017 - 08h30

    Nesta Assembleia Sinodal, os bispos salientam a necessidade de renovar a Paróquia para fortalecer os vínculos de comunhão entre todos os fiéis.

  • Acolher melhor é também ir ao encontro

    Quarta-feira, 08 de Março de 2017 - 07h14

    Sejamos imitadores de Jesus Cristo, discípulos missionários que amamos o Reino de Deus e a santa Igreja Católica.

Álbum de fotos

apoio
F
Copyright© candelaria.org.br. Todos os direitos reservados / All rights reserved.