"Falar com eloquência é muito bonito, mas agir com prática é muito melhor."
Padre Dehon

Para não sermos patrões da Palavra de Deus, é preciso humildade e oração – o Papa em Santa Marta

Sábado, 22 de Março de 2014 - 10h47

A Palavra de Deus torna-se palavra deles, uma palavra segundo os seus próprios interesses, as suas ideologias, as suas teologias.

          Para não sermos patrões da palavra de Deus é preciso humildade e oração – esta mensagem resume o essencial da homilia do Papa na Missa desta sexta-feira em Santa Marta. Estas duas atitudes, oração e humildade permitem ao cristão ser capaz de estar desperto para a Palavra e para a vontade de Deus. O Evangelho de S. Mateus conta-nos neste dia a parábola dos vinhateiros que matam primeiro os servos e depois o filho do patrão da vinha com intenções de se apoderarem da herança. A escutar esta parábola estavam com Jesus fariseus, anciãos e sacerdotes. A estes – explica o Santo Padre – Jesus fala-lhes para os fazer compreender no que tinham caído por não terem o coração aberto à Palavra de Deus:

          “Este é o drama desta gente, e também o nosso drama! Apoderaram-se da Palavra de Deus. E a Palavra de Deus torna-se palavra deles, uma palavra segundo os seus próprios interesses, as suas ideologias, as suas teologias... mas ao seu serviço. E cada um interpreta-a segundo a própria vontade, segundo os seus próprios interesses. Este é o drama deste povo. E para conservarem isto matam. Isto sucedeu a Jesus.”

          Os chefes dos sacerdotes e dos fariseus – continuou o Papa Francisco – tinham percebido que Jesus falava deles e procuravam capturá-lo e matá-lo. Estavam presos nos desejos de cada um deles. Isto pode acontecer a cada um de nós – explicou o Santo Padre – quando não estamos abertos à novidade da Palavra de Deus. Fazemos como os fariseus e os sacerdotes. Para não cairmos nesta tentação devemos cultivar duas atitudes fundamentais: a humildade e a oração:“Esta é a atitude daquele que quer escutar a Palavra de Deus: em primeiro humildade; em segundo oração. Esta gente não rezava. Não tinha necessidade de rezar. Sentiam-se seguros, sentiam-se fortes, sentiam-se ‘deuses’. Humildade e oração: com a humildade e a oração vamos em frente para escutar a Palavra de Deus e obedecer-lhe. Na Igreja. Humildade e oração na Igreja.”

Fonte: http://www.news.va/pt

  • Relacionadas

  • Canonização de Irmã Dulce e mais quatro beatos será no dia 13 de outubro.

    Quinta-feira, 04 de Julho de 2019 - 09h21

    Durante o Consistório Ordinário Público realizado na manhã desta segunda-feira, o Santo Padre anunciou que os beatos serão canonizados, no Vaticano, durante o Sínodo para a Amazônia.

  • Papa Francisco exorta a promover a cultura da criança e da adoção

    Sábado, 25 de Maio de 2019 - 13h59

    Na saudação aos membros do Instituto do Hospital dos Inocentes de Florença, Francisco evidenciou que muitas vezes as pessoas querem adotar crianças, mas que há uma grande burocracia – isso quando não há corrupção pelo meio, em que se paga... O Papa pediu para ser ajudado a semear a consciência de que somos responsáveis pelas crianças abandonadas, sozinhas, vítimas de guerras.

  • O desejo de constituir família

    Sábado, 16 de Março de 2019 - 08h21

    As ciências confirmam o que foi constatado no Sínodo extraordinário da família, o ideal de família está no horizonte de nossos jovens e adolescentes.

  • Papa Francisco: eliminar do mundo os muros da divisão

    Sábado, 28 de Julho de 2018 - 10h38

    Mensagem de Francisco aos participantes da III Conferência mundial sobre “Ética teológica católica na Igreja”, que se realiza em Sarajevo, na Bósnia-Herzegovina.

  • Papa no Angelus: distantes de Jesus e de seu amor, nos perdemos

    Domingo, 22 de Julho de 2018 - 10h27

    Com Jesus ao lado se pode prosseguir com segurança, se podem superar as provações, se progride no amor a Deus e aos próximo. Jesus se fez dom para os outros, tornando-se assim modelo de amor e de serviço para cada um de nós”, disse Francisco.

Álbum de fotos

apoio
D
Copyright© candelaria.org.br. Todos os direitos reservados / All rights reserved.