A devoção ao Sagrado Coração de Jesus, a partir de suas promessas.

A última promessa é chamada também de a grande promessa, porque qual graça poderia ser maior que a segurança de que, no momento da nossa morte, possamos estar em Graça com Deus?

Após o encerramento de um conjunto de grandes festas católicas como a Páscoa, Ascensão, Pentecostes, Santíssima Trindade e Corpus Christi, a Igreja nos convida a celebrarmos juntos a solenidade do Sagrado Coração de Jesus, mais uma riqueza de nosso calendário litúrgico, que nos faz caminhar em comunhão com a Santa Igreja.

Por ser uma data móvel, pois esta importante devoção é celebrada sempre na sexta-feira da semana seguinte a Festa de Corpus Christi, neste ano celebraremos no dia 19 de Junho, onde no Evangelho deste dia, Mt 13, 25-30, Jesus convida a todos nós a meditar o sofrimento da humanidade que padece por atormentações e desconfortos que a vida proporciona, para que procurem e encontrem a paz e o conforto em seu divino coração.

O coração é mostrado como símbolo do amor de Deus, que é derramado sobre toda humanidade. No calvário, um soldado vendo que Jesus já estava morto abriu o lado com a lança, Jo 19,34. Diz a liturgia que “aberto o seu Coração divino, foi derramado sobre nós graças e  misericórdia”. Jesus é a Encarnação do Amor de Deus, e seu Coração é o símbolo desse Amor incondicional.

Aproveito para registrar que, esta importante devoção, também é celebrada pela Igreja Católica durante as primeiras sextas-feiras de cada mês, onde podemos venerar o Coração de Jesus de maneira mais intima e sentir seu amor por cada um de nós, renovando em nossas comunidades esta devoção tão importante. 

É o momento que tenho a oportunidade de renovar meu amor por Aquele que me amou antes mesmo de eu existir !!!

 

Passando pela história

De forma muito breve, proponho fazermos uma viagem através do tempo, para trazer para a atualidade onde tudo começou, ou pelo menos, do que temos registrado.

Durante os primeiros dez séculos do cristianismo, não há registros que indiquem o culto prestado ao Sagrado Coração de Jesus.

A devoção ao Sagrado Coração iniciou a partir da devoção às feridas sagradas, em particular à ferida sagrada no lado de Jesus. As primeiras pistas de devoção ao Sagrado Coração nos indicam, que ocorreram entre os beneditinos ou entre os cistercienses, entre os séculos XI e XII,

A devoção ao Sagrado Coração de Jesus, iniciou com São João Eudes e Santa Margarida Maria de Alacoque, da qual falarei mais adiante, no século XVII, embora a devoção venha já dos séculos XIII e XIV, com a primeira aprovação pontifícia no século seguinte.

Entre os séculos XIII e XVI, a devoção foi difundida, com práticas em diversos lugares e indivíduos, mas também entre as congregações religiosas, sobretudo, entre os franciscanos, dominicanos e cartuxos, contudo era uma devoção particular e individual da ordem mística, nenhum movimento no geral, se manifestou como devoto do Sagrado Coração de Jesus.

No ano 1856 o Papa Pio IX estendeu a festa a toda a Igreja e em 1928 o Papa Pio XI concedeu à devoção a máxima categoria litúrgica, de solenidade.

Consagrar-se ao Sagrado Coração começa a tomar forma entre os povos cristãos e em 1874 o Equador, país da América do Sul, faz sua consagração seguido pela Espanha que também faz sua consagração no ano de 1919. Neste meio tempo o Papa Leão XIII consagrou o mundo ao Sagrado Coração de Jesus.

Em 15 de Maio de 1956, o Papa Pio XII escreveu a encíclica  Haurietis aquas que retrata justamente a  devoção ao Sagrado Coração de Jesus., exatamente no centenário do estabelecimento da festa do Sagrado Coração de Jesus pelo papa Pio IX

Nesta importante encíclica, o sumo pontífice, diz: “Conquanto a Igreja em tão grande estima tenha tido sempre e ainda tenha o culto do sacratíssimo coração de Jesus, a ponto de se empenhar em fomentá-lo e propagá-lo por toda parte entre o povo cristão”. 

O que vem dizer esta frase para eu e para você nos dias de hoje ? Observa-se aqui a preocupação do de Pio XII para continuar a propagar a devoção ao Sagrado Coração, para o mundo todo, porque ele tinha ciência de que, dessa importante devoção, o povo de Deus pode cumprir aquilo que está escrito em Isaías 12,3: “…Com alegria tirareis águas das fontes da salvação”. O nome do documento, Haurietis aquas, significa justamente “retirar água” e nos remete a essa passagem da bíblica.

 

Santa Margarida Maria Alacoque

Conforme mencionei acima, na caminhada de devoção ao Sagrado Coração, temos uma personagem importante nisto tudo…

Convido você, leitor, a conhecer um pouco mais sobre ela, trata-se de Santa Margarida Mara Alacoque, porém, pouco falarei sobre a vida dela, mas, o que Jesus revelou a ela como promessas do Sagrado Coração de Jesus, o qual as mencionarei no próximo tópico.

Através de poucas linhas, poderemos notar juntos a importância desta santa nesta devoção.

Século XVII, o jansenismo causava grandes danos entre os fiéis. Provocava muita destruição nas almas das pessoas e a noção da misericórdia de Deus e da confiança filial que devemos ter em relação ao Pai, ficava em segundo plano, inclinando os católicos a fugir dos Sacramentos, sobretudo da Sagrada Eucaristia, havíamos naquele contexto um vazio entre os povos, pois a Eucaristia não recebia seu devido valor e adoração.

Dentro deste contexto Nosso Senhor Jesus Cristo apareceu a Margarida Maria Alacoque, uma jovem religiosa da Ordem da Visitação, para transmitir sua mensagem de misericórdia e confiança, dando a ela esperança e expressando um Coração humano e divino. O culto ao Sagrado Coração de Jesus alastrou-se, desde esta aparição.

A revelação particular da religiosa Santa Margarida Maria Alacoque, na França aprofunda o tema do “Coração que tanto amou os homens e é por parte de muitos desprezado”. Santa Margarida teve como diretor espiritual o padre jesuíta São Cláudio de la Colombière, canonizado por São João Paulo II, e que se incumbiu de propagar a grande festa.

 

As 12 promessas do Sagrado Coração de Jesus

Foi a Santa Margarida Maria Alacoque (1647-1690) que Jesus revelou estas 12 promessas. Esta religiosa viveu uma intensa experiência mística no convento onde vivia. A revelação destas promessas aconteceu entre os anos de 1673 e 1675.

Eis as promessas, porém é importante ficar registrado que estas promessas foram feitas por Jesus, são para os devotos e para que eles espalhem esta devoção a todos :

  1. Eu lhes darei todas as graças necessárias ao seu estado de vida.
  2. Eu farei reinar a paz em suas famílias.
  3. Eu os consolarei em todas as suas aflições.
  4. Serei seu refúgio seguro durante a vida e sobretudo na morte.
  5. Derramarei muitíssimas bênçãos sobre todas as suas empresas.
  6. Os pecadores encontrão em meu Coração a fonte e o mar infinito da misericórdia.
  7. As almas tíbias se tornarão fervorosas.
  8. As almas fervorosas elevar-se-ão rapidamente a grande perfeição.
  9. Abençoarei Eu mesmo as casas onde a imagem do meu Coração estiver exposta e venerada.
  10. Darei aos sacerdotes o dom de abrandar os corações mais endurecidos.
  11. As pessoas que propagarem esta devoção terão os seus nomes escritos no meu Coração e dele nunca serão apagados.
  12. No excesso da misericórdia do meu amor todo poderoso darei a graça da perseverança final aos que comungarem na primeira sexta feira de nove meses seguidos.

 

Essa última promessa é chamada também de a grande promessa, porque qual graça poderia ser maior que a segurança de que, no momento da nossa morte, possamos estar em Graça com Deus?

 

Símbolos e seus significados

A imagem do Sagrado Coração de Jesus é a representação de uma revelação divina feita pelo próprio Jesus Cristo a Santa Margarida Maria Alacoque, onde ela em um momento de adoração ao Santíssimo Sacramento, teve uma visão de Jesus, da forma como costumeiramente vemos nas imagens do Sagrado Coração de Jesus pedindo para que ela começasse a divulgar esta devoção.

Em tempos atuais, eu me sinto convidado e estendo este convite a você, para divulgarmos a devoção ao Sagrado Coração de Jesus.

O Coração fora do peito

Temos na imagem o coração fora do peito de Jesus, que deu sua vida por todos nós. Sendo essa a maneira de nos mostrar o quanto nos ama.

A imagem do Sagrado Coração de Jesus é uma maneira dele, Cristo nos mostrar seu amor infinito de maneira pessoal para cada um.

Os espinhos

Os espinhos que cercam o coração, representando que toda vez que somos indiferentes a este amor e ao sacrifício nós machucamos este coração. Assim como um amor que não é correspondido e causa sofrimento. Mais do que causar sofrimento, ao negarmos o amor de Cristo nós pecamos, pois estamos indiferentes ao sacrifício feito por nós.

Os gestos com as mãos

Os gestos feitos com suas mãos são sobretudo intrigantes e de uma reflexão pessoal profunda, pois vejamos, mão esquerda apontando para seu coração, e a mão direita nos convidando a nos aproximarmos. Com estes gestos Cristo está nos dizendo: “Olhe para o meu coração, olhe para o meu amor, por você e venha até mim”, sendo mesmo ele quem disse em Mateus 11,29: “Tomai meu jugo sobre vós e recebei minha doutrina, porque eu sou manso e humilde de coração e achareis o repouso para as vossas almas”.

As chagas

As chagas de Cristo são visíveis na imagem do Sagrado Coração de Jesus, nos relembrando que ele assumiu sofrer por nós ao ser pregado na cruz, sendo mais uma forma de jesus mostrar seu grande amor por todos nós.

O manto vermelho e a túnica branca

Suas vestes poderiam passar desapercebido por cada um de nós, falo por mim, porém elas também tem um significado profundo pois Jesus vem até nós vestido com uma túnica vermelha que nos faz lembrar o amor vivo de Deus, o fogo do Espírito Santo que nos preenche por completo, porém também nos lembra mais uma vez o sangue do sofrimento de Jesus. Quanto a túnica branca nos lembra sua bondade, santidade, e a pureza de coração do nosso senhor Jesus Cristo.

 

Devoção ao Sagrado Coração de Jesus

O culto ao Sagrado Coração de Jesus por vezes é associado a alguma devoção privada ou ao Apostolado da Oração.

Apostolado da Oração, também conhecido, como Rede Mundial da Oração do Papa, é uma organização composta por leigos católicos cuja finalidade é a santificação pessoal e a evangelização.

A este movimento, da Igreja, fica a responsabilidade de divulgarem principalmente as devoções ao Espírito Santo, ao Sagrado Coração de Jesus (por meio da Festa do Sagrado Coração de Jesus, Primeiras Sextas-Feiras do mês, Horas Santas, Entronização do Sagrado Coração de Jesus nos lares e a Consagração das famílias ao Sagrado Coração de Jesus). Também são responsáveis por outras devoções, que não são objeto desta matéria.

Dentre as formas de devoção, as principais são: a Hora de presença e as 12 promessas do Sagrado Coração de Jesus, já estuadas anteriormente.

A hora de presença é divulgada ainda hoje pelas religiosas visitandinas. Cada pessoa escolhe, durante o seu dia, uma hora para fazer sua oração, seja na sua própria casa, na Igreja, onde for, como forma de se conectar ao Coração de Jesus.

As 12 promessas, divulgadas atualmente, são um resumo do pensamento de Santa Margarida feito posteriormente por um sacerdote.

Bem, depois das indicações acima, faremos uma rápida passada pela história do Apostolado da Oração, que remonta à duzentos anos depois das aparições à Santa Margarida, a devoção ao Coração de Jesus foi confiada ao Apostolado de Oração, quando o Papa Pio IX aprovou o movimento, em 1849.

“O Apostolado de Oração nasceu para sustentar a missão da Igreja com a oração, oferecendo a vida todo dia, avaliando o coração todo dia, rezando pelas intenções de oração do Papa, divulgadas hoje em dia em formato de vídeo, a cada mês. Então não nasceu da devoção ao Sagrado Coração, mas o Papa, quando aprovou o movimento, ele pediu que cuidássemos da devoção. Por isso, nós cuidamos”, explica padre Eliomar, responsável pelo movimento no Brasil.

Em 27 de Março de 2018, o estatuto do Apostolado da Oração foi aprovado pelo Papa Francisco, tornando-a Obra Pontifícia, conta-se em mais de 36 milhões de pessoas no mundo, em 98 países e no Brasil chegam a quase três milhões de membros.

Segundo dom Orani J. Tempesta, Arcebisbo do Rio Janeiro, o Apostolado da Oração “prestam um serviço muito importante para a Igreja do Brasil e do mundo inteiro, difundindo o amor de Deus e fazendo que esse amor cresça em cada um dos fiéis”    .

 

10 Curiosidades sobre a devoção ao Sagrado Coração de Jesus

    Por fim, mas não menos importante, ainda cabe ressaltar 10 curiosidades sobre a devoção ao Sagrado Coração de Jesus… Vamos a elas..

  1. O imenso amor de Cristo por nós, demonstrado com uma cruz, espinhos e uma chama de fogo. Também tem uma ferida no lado devido à lança do soldado romano
  2. É uma tradição antiga
  3. São Thierry e Santa Clara de Assis foram muito devotos
  4. O hino mais antigo dedicado ao Sagrado Coração é chamado “Summi Regis Cor Aveto”
  5. Há santos que também tiveram visões desta devoção, entre eles, Santa Lutgarda (+1246), Santa Matilde (+1298), Santa Angela de Foligno (+1309), Santa Juliana de Norwich (+1416), Santa Verônica Giuliani (+1727).
  6. Santa Gertrudes, a Grande propagou a devoção ao Sagrado Coração
  7. Santa Margarida Maria Alacoque recebeu uma mensagem do próprio Cristo
  8. Várias encíclicas falam do Coração de Jesus
  9. A Festa do Imaculado Coração de Maria é celebrada um dia depois
  10. No mesmo dia do Sagrado Coração é realizada o Dia Mundial de Oração pela Santificação dos Sacerdotes

 

Oração ao Sagrado Coração de Jesus

Senhor Jesus, acreditamos e confiamos no amor que o Pai tem para conosco. Acolhemos o vosso convite:

Vinde a mim todos, aprendei de mim,

que sou manso e humilde de coração.

O vosso Coração, humano e divino, revela o mistério da bondade do Pai, convida à conversão, dá-nos paz e esperança.

Do vosso Coração, transpassado na cruz, nasceram a Igreja e os sacramentos. Queremos beber, com alegria, dessa fonte de salvação.

Vemos em vós o modelo do homem novo, recriado segundo Deus, em justiça e em verdadeira santidade, o homem de coração novo, a mais perfeita imagem de Deus invisível.

O vosso Coração é sinal e convite: nele contemplamos o segredo íntimo de vossa pessoa e não podemos ficar indiferentes diante de vossa solicitude pelos famintos, doentes e pecadores.

Destes a vida, em obediência ao Pai e por amor da humanidade. Rezastes e morrestes pela união dos homens com o Pai e dos homens entre si.

Vosso caminho é também o nosso caminho.

Fazei o nosso coração semelhante ao vosso.

Amém

 

Bibliografia

Bíblia de Jerusalém. São Paulo: Paulus, 2012.

Padres do Sagrado Coração de Jesus, Congregação dos. Dehonianos em Oração: O livro da Família Dehoniana. 6º. Edição Reimpressão. São Paulo: Província Brasileira, 2016

Estatutos Rede Mundial de Oração pelo Papa (Apostolado da Oração), 2018

http://www.scj.org.br/biblioteca/artigos/a-cruz-dehoniana–historia/pagina/1 – Acesso em 11/06/2020, às 14:05

https://www.ocaminho.org/post/m%C3%AAs-do-sagrado-cora%C3%A7%C3%A3o – Acesso em 11/06/2020, às 14:05

https://padrepauloricardo.org/blog/por-que-os-catolicos-veneram-o-coracao-de-jesus?utm_content=buffer8eef5&utm_medium=social&utm_source=facebook.com&utm_campaign=buffer – Acesso em 11/06/2020, ás 14:10

https://biografiadossantos2.wordpress.com/2010/06/11/santa-margarida-maria-alacoque/ – Acesso em 11/06/2020, às 15:20

https://www.dehonianos.org.br/espiritualidade-do-coracao-de-jesus/ – Acesso em 12/06/2020, às 22:35

https://www.acidigital.com/noticias/10-curiosidades-sobre-a-devocao-ao-sagrado-coracao-de-jesus-75413 – Acesso em 12/06/2020, às 22:48

https://www.nossasagradafamilia.com.br/conteudo/historia-do-sagrado-coracao-de-jesus.html – Acesso em 12/06/2020, às 22:59

https://padrepauloricardo.org/episodios/a-devocao-ao-sagrado-coracao-de-jesus – Acesso em 12/06/2020, às 23:30

https://www.nossasagradafamilia.com.br/conteudo/oracao-ao-sagrado-coracao-de-jesus.html – Acesso em 13/06/2020, às 00:15

https://www.nossasagradafamilia.com.br/conteudo/historia-do-sagrado-coracao-de-jesus.html – Acesso em 13/06/2020, às 00:30

https://www.nossasagradafamilia.com.br/conteudo/imagem-do-sagrado-coracao-de-jesus-significados-e-simbolos.html – Acesso em 13/06/2020, às 16:10

https://noticias.cancaonova.com/brasil/padre-explica-devocao-ao-sagrado-coracao-de-jesus/ – Acesso em 13/06/2020, às 17:20

https://cleofas.com.br/qual-a-origem-da-devocao-ao-sagrado-coracao-de-jesus/ – Acesso em 13/06/2020, às 19:00

https://cleofas.com.br/o-coracao-de-jesus/ – Acesso em 14/06/2020, às 12:30

https://cleofas.com.br/ao-sagrado-coracao-de-jesus/ Acesso em 14/06/2020, às 12:40

https://www.dehonianosbre.org.br/homilias/solenidade-do-sagrado-coracao-de-jesus–lc-15-3-7–so-se-arrisca-quem-sabe-o-valor-que-tem – Acesso em 14/06/2020, às 12:55

https://www.cnbb.org.br/sagrado-coracao-de-jesus/ – Acesso em 14/06/2020, às 13:00

https://www.cnbb.org.br/igreja-celebra-a-solenidade-do-sagrado-coracao-de-jesus/ – Acesso em 14/06/2020, às 13:10

https://www.cnbb.org.br/coracao-que-tanto-nos-ama/  –  Acesso em 14/06/2020, às 13:10

https://www.a12.com/redacaoa12/liturgia/sagrado-coracao-de-jesus-fonte-abundante-de-gracas –  Acesso em 14/06/2020, às 13:10

https://www.a12.com/redacaoa12/espiritualidade/mes-do-sagrado-coracao-de-jesus – Acesso em 14/06/2020, às 14:00

http://www.vatican.va/content/pius-xii/pt/encyclicals/documents/hf_p-xii_enc_15051956_haurietis-aquas.html – Acesso em 14/06/2020, às 14:10

https://diocese-sjc.org.br/sagrado-coracao-de-jesus-fonte-abundante-de-gracas/ – Acesso em 14/06/2020, às 15:00

https://coracaofiel.com.br/1a-promessa-do-sagrado-coracao-de-jesus/  -Acesso em 14/06/2020, às 15:25

Você também vai gostar

A VOLTA DO FILHO PRÓDIGO A história de um retorno para casa

A Volta do Filho Pródigo

O presente material baseia-se na leitura do livro “A volta do Filho Pródigo” de Henri Nouwen que se sentiu profundamente tocado quando teve contato com a obra de Rembrandt.

Tomé. De incrédulo a adorador.

Através deste artigo procuro levar o leitor a conhecer um pouco mais sobre a vida e missão de Tomé, muitas vezes, um apóstolo questionado, mas que na verdade em certos momentos fez a diferença entre os demais.

Os Avós de Jesus

Ana e Joaquim, sem dúvida alguma, pertenciam ao grupo daqueles judeus piedosos que esperavam a consolação de Israel, e precisamente a eles foi dada a tarefa especial, na história da salvação. Foram escolhidos por Deus, para gerar aquela que iria gerar o Filho de Deus.

Preparação para o Sacramento da Reconciliação

Ninguém cresce sozinho, nem na vida biológica, nem na vida profissional, nem na vida cristã. Precisamos uns dos outros. Jesus “deu aos Apóstolos (e seus sucessores) o poder de perdoar pecados:” “a quem perdoardes os pecados ser-lhes-ão perdoados” (Jo 20,23)